Milhões de cristãos sinceros vão conscienciosamente à igreja e se abstêm das atividades comuns no primeiro dia da semana, que é chamado domingo, crendo estarem fazendo o que Deus lhes pede que façam.

Se perguntássemos a uma dezena de cristãos por que guardam o primeiro dia da semana em lugar do sétimo, como Deus o ordenou, receberíamos pelo menos cinco ou seis explicações diferentes. Não há uniformidade nas razões dadas para modificar o dia da adoração de Deus. Alguns dirão que o dia foi mudado. Dirão outros que Cristo, por ocasião de Sua morte, instituiu outro dia. Outros, ainda, admitem francamente que ignoram o motivo da mudança. Aceitaram seu dia de culto, crendo ser o certo, porque seus parentes o guardavam, e assim seguem simplesmente a tradição. Uma grande corporação de cristãos crê que Deus lhes tenha dado o direito de alterar qualquer de Seus mandamentos, contanto que a tradição indique a necessidade dessa mudança.

Existe um só guia seguro que devemos seguir, neste mundo de confusão religiosa. Uma só regra de justiça existe - a Bíblia. "A Bíblia, e a Bíblia unicamente," deve ser nosso lema. Que diz a Bíblia acerca do primeiro dia da semana? Se Cristo, ou os apóstolos ou qualquer outro tivesse o direito de mudar aquilo que Deus ordenou, deveria estar registrada na Bíblia a razão pela qual foi feita a mudança: quando, como e onde ela foi instituída.

Não confiemos na tradição; edifiquemos nossa fé nos fatos da Bíblia, ao estudarmos este importante assunto.

1.Qual é o dia que, segundo a Bíblia, Deus abençoou e pôs à parte, para repouso e adoração?
2:1, 2, 3.

2.Quanto tempo, disse Salomão, duraria a Bênção de Deus sobre qualquer coisa que Ele tivesse abençoado?
17:27.

O homem não o pode revogar. 23:20.

3.Que dia proclamou Deus como Seu dia, e ordenou ao homem que o guardasse?
20:8, 9, 10, 11.

Já vimos de que forma Deus separou o sétimo dia como Seu dia santo. Se foi instituído outro dia para tomar o lugar da sábado, devemos poder encontrar algum ato de consagração ou ordem vinda de Deus, para indicar a razão da mudança. Existem unicamente oito passagens no Novo Testamento, que mencionam o primeiro dia da semana, ou seja o domingo. Vamos agora examinar cada uma delas.

4.Que diz Mateus que fizeram as mulheres, cedo na manhã do primeiro dia da semana?
28:1.

5.Para que fim foram as mulheres ao sepulcro, "passando o sábado?"
16:1.

6.A quem Jesus apareceu mais tarde, no primeiro dia?
16:9.

7.Que fizeram as mulheres, nos dias, respectivos, mencionados abaixo?
23:54, 55, 56; 24:1.

Esta passagem, escrita trinta anos depois da crucifixão, ainda chama a sexta-feira o dia da preparação; ao sábado, dia de descanso; e ao domingo o primeiro dia da semana. Não há indício, nem de mudança do dia de culto, nem de que o autor do livro de Lucas ou o Espírito Santo tivessem conhecimento de qualquer mudança.

8.Que encontrou Maria quando chegou ao Sepulcro na manhã de domingo?
20:1.

9.Por que os discípulos se reuniram, ao cair da tarde do primeiro dia da semana?
20:19.

Os discípulos não acreditavam que Jesus tivesse ressuscitado. Leia-se 16:11, 12, 13, 14 e 24:36, 37, 38, 39, 40. Nessa ocasião não podiam ter-se reunido para celebrar Sua ressurreição.

10.Em que parte do primeiro dia da semana realizou Paulo uma reunião de despedida com a igreja de Trôade?
20:7 e 8.

Isto foi na parte escura do primeiro dia da semana. Em 1:5,, vemos que a parte escura do dia, segundo o cálculo bíblico, vem antes da parte clara. Portanto, foi essa uma reunião de sábado à noite. Tanto que há uma tradução inglesa da Bíblia que diz: "" 20:7.

11.Que fez Paulo na parte clara do primeiro dia da semana, e que indica que ele o considerava um dia comum?
20:7, 20:11, 20:13 e 14.

A distância entre Trôade e Assôs era de 30 quilômetros, o que significava uma viagem bem longa. Isto mostra que Paulo não considerava esse dia de repouso, ou santificado.

12.Que fazia Paulo todos os sábados?
18:4.

13.Que disse Paulo que deviam fazer os cristãos no primeiro dia?
16:1 e 2.

Isto não se refere a um culto religioso. A pessoa a quem isto se dirige, devia pôr de parte, "em casa," e ir juntando, "para que se não façam coletas quando eu for," diz o apóstolo.

14.Que disse Jesus acerca do culto prestado pelo homem, se ele passa por alto os mandamentos de Deus e guarda as tradições dos homens?
7:7, 8, 9, 10, 11, 12, 13.

Nenhum desses textos indica que Deus, Cristo ou os discípulos cressem ou ensinassem que o primeiro dia da semana fosse um dia santo. Certo, se Deus pretendesse que Seu dia fosse abolido e outro instituído em seu lugar, Ele nos teria, em Sua palavra, dado prova desta mudança.

João nos exorta a seguirmos o grande exemplo, Cristo, em todas as coisas. "" 2:6. Foi Cristo que consagrou o sétimo dia, em honra de Sua obra da criação. Foi Ele quem o guardou aqui na Terra. Foi Ele quem disse aos discípulos que orassem para que o pudessem guardar após a Sua morte. Foi Ele quem nos ordenou que guardássemos Seus mandamentos, como uma expressão de amor. Decidamo-nos a cumprir aquilo que Ele indicou como sendo Sua vontade a nosso respeito.

( ) Estou resolvido a seguir meu Salvador até ao fim do caminho, e fazer o que Ele me pediu que fizesse.