Enquanto conversava com o ministro de sua igreja, disse uma senhora: "Eu sei que não estou procedendo como devia, mas Deus compreenderá. Estou certa de que Ele passará por alto os pequeninos pecados que faço, contando que eu seja sincera."

Parece ser esta a atitude de muitos professos cristãos. Estão, com efeito, dizendo, por suas ações, que Deus não é exato, que Ele fecha os olhos ao pecado, contando que a pessoa professe ser sincera em sua maneira de proceder. A Bíblia diz que Deus salva Seu povo dos seus pecados, mas em parte alguma diz que os salva nos seus pecados.

Ensina a Bíblia que Deus tem determinadas leis no universo, e que essas leis existem para proteger a liberdade de Suas criaturas. Existem porque Deus viu que a violação desses princípios traria doenças, tristezas e morte aos seus violadores. em 16:25, diz Salomão: ""

O homem que tome arsênico, pensando tratar-se de um xarope para tosse, morrerá tão depressa como outro que tome o mesmo veneno sabendo que o é. Aquilo que o homem pensa, não modifica a substância do que bebe. O pensar uma pessoa que o errado seja certo, não consegue transformar o errado em certo, o mal em bem.

Verdade é que Deus por vezes tem passado por alto alguns atos maus da humanidade. Agora, porém, já concedeu ao homem bastante esclarecimento, de modo que não há desculpa para o pecado. Disse Jesus aos fariseus: "" 9:41. Paulo, em 17:30, afirma que nos tempos da ignorância do homem Deus passou por alto sua conduta pecaminosa, mas agora lhe ordena que se arrependa.

1.Quando o homem recusa fazer o que sabe ser bom, que diz Deus que está ele fazendo?
4:17.

2.Que disse Deus a Adão havia de resultar, se ele comesse do fruto proibido?
2:16 e 17.

Adão e Eva desobedeceram a Deus e comeram da Árvore da Ciência do Bem e do Mal. Em 3:19, 20, 21, 22, 23, 24,, nos é apresentado um quadro da punição que sobreveio ao homem por causa de sua recusa de obedecer à ordem de Deus.

3.Que permitiu Deus sobreviesse à mulher de Ló por sua negligência em Lhe obedecer?
19:15, 16, 17, 19:24, 25, 26.

4.Que aconteceu a Saul por se haver recusado a fazer o que Deus lhe disse que fizesse?
15:1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23.

5.Que acontece mesmo aos bons, quando se tornam descuidosos na maneira em que tratam as coisas sagradas de Deus?
6:1, 2, 3, 4, 5, 6, 7.

Deus ordenara que homem algum tocasse naquele móvel sagrado onde, no tabernáculo antigo, se manifestava a presença de Deus. Deus avisara que qualquer que nele tocasse, morreria. 4:15.

6.Que aconteceu ao homem de Deus que deu ouvido a outra criatura humana, em vez de seguir as instruções de Deus?
13:1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26.

7. Dos casos acima apresentados, tirados da Bíblia, podeis ver que Deus é realmente exato?

8.Que dirá Jesus, no dia do juízo, aos que professam ser Seus seguidores, mas isso negam pela sua conduta?
7:21, 22, 23.

9.Segundo essa declaração do Senhor, quem se salvará?
7:21.

10.Que é o que há no coração do cristão, que o leva a deleitar-se em fazer a vontade de Deus?
40:8.

11.Que parte desta lei pode o indivíduo violar, sem tornar-se pecador?
2:10, 11, 12.

12.Que disse Jesus acerca dos dirigentes judeus que antepunham a tradição aos mandamentos de Deus?
7:5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13.

13.Que poder motivador nos fará dispostos e exatos em nosso serviço a Deus?
14:15; 5:3.

Deus tem que ser necessariamente um Deus exato. Podeis imaginar o caos que existiria hoje no universo se Ele não tivesse bem definidas leis para governar as ações dos milhões de sóis e planetas por Ele criados?

Quando perguntaram a Jesus qual era o maior dos mandamentos, Ele simplesmente citou do Velho Testamento: " " 22:37, 38, 39, 40. Esses dois princípios de amor são a diretriz do universo, ainda hoje. Se amamos a Deus com todo o nosso ser, seremos sempre muito cuidadosos quanto à maneira em que atenderemos a Deus e a sua vontade em nosso viver. Se amamos aos semelhantes como a nós mesmos, por certo nada faremos que fira ou destrua um irmão.

Diz Billy Grahan que os Dez Mandamentos nos dão uma declaração concisa das leis morais de Deus, e encarnam a responsabilidade do homem para com Deus e sua relação para com os semelhantes.

Certo, Deus tanto tem feito para salvar-nos dos nossos pecados, que nós, com o coração transbordante de amor e gratidão, devemos estar dispostos a corresponder ao Seu amor. Se nos entregarmos a ele, escreverá Sua lei em nosso coração e mente, a fim de que conheçamos Sua vontade e desejemos praticá-la.

( ) Serei exato em servir a Deus, em resposta ao Seu amor.
( ) Orarei para que possa dar inteiramente o coração ao meu Salvador.