Quando Deus libertou o povo de Israel do cativeiro do Egito, tornou-Se o seu Rei e Líder. A medida que o povo se multiplicava e se estabelecia na Palestina, queriam ser semelhantes às nações vizinhas. Pediram a Deus que lhes desse um rei dentre os homens.

Concedeu-lhes Deus o desejo e permitiu que Saul fosse seu primeiro rei. Era Saul um jovem muito religioso, e quando foi feito rei, começou a profetizar. Por um breve período de tempo foi um bom rei, mas o orgulho e obstinação o levaram a desprezar as instruções de Deus e seguir sua própria vontade obstinada. Quando Deus lhe mandou destruir por completo os amalequitas e tudo que possuíam, obedeceu apenas parcialmente.

Samuel saiu ao encontro do vitorioso Saul e seu exército. Quando se lhe perguntou porque motivo deixara de fazer tudo que Deus mandara, Saul culpou o povo, de sua própria rebelião. Por pequeninos atos de desobediência Saul estivera a pôr o fundamento desse final ato de rebelião contra Deus. Não só Deus rejeitou a Saul de ser rei sobre Israel, mas diz a Bíblia que Deus retirou de Saul o Seu Espírito, e o rei se tornou homem perdido, para além do auxílio e perdão de Deus - perdido eternamente! Notemos o que a Bíblia diz a seu respeito, em 16:14: ""

A Bíblia fala do perigo de pecar por tanto tempo que a pessoa já não deseja mais o perdão. Alguns dão a este ato o nome de "pecado imperdoável." Vejamos o que a Bíblia diz acerca deste pecado.

1.Quantos de nossos pecados confessados Deus perdoa e apaga?
1:7 e I João 1:9.

2.Sob que condições tem Deus misericórdia do pecador?
28:13.

3.Que nome dá João ao pecado que não será perdoado?
5:16.

4.Como chamou Davi a esse pecado que Deus não pode perdoar?
19:13.

5.Contra quem é cometido este pecado?
12:31 e 32.

6.Que, diz Paulo, faz a pessoa que peca contra o Espírito Santo?
4:30.

7.Que faz o Espírito Santo, para ajudar o pecador a encontrar a Cristo?
14:26.

8.Qual é a obra do Espírito Santo, ao mostrar ao pecador a verdade?
16:13.

9.Que três coisas traz o Espírito Santo à atenção dos homens?
16:8, 9, 10, 11.

Jesus ensinou que a obra do Espírito Santo é levar o pecador a convencer-se do pecado, a fim de que sinta sua necessidade de salvação. Quando o pecador sente sua necessidade, o Espírito Santo lhe indica Cristo como o que lhe pode dar o perdão. Sem a obra do Espírito Santo, de produzir a convicção, o pecador jamais pediria perdão.

10.Como descreveu Estevão a recusa, da parte dos dirigentes judeus, de deixar que o Espírito Santo os convencesse?
7:51.

11.Que pensava Davi que lhe havia de acontecer se continuasse pecando?
51:11.

12.Que diz Paulo acerca do pecado que finalmente afasta o Espírito Santo do pecador, e sela sua destruição?
10:26, 27, 28, 29.

13.Que diz Paulo que fazemos quando resistimos à obra do Espírito Santo em nosso coração?
3:7 e 8.

14.Quantos mandamentos de Deus temos de transgredir para sermos pecadores?
2:10, 11, 12.

15.Quando, segundo o indica a Bíblia, deve uma pessoa corresponder ao dom da salvação?
6:2.

O Espírito Santo traz a convicção, e leva a converter-se toda pessoa que na verdade deseje salvar-se, mas Ele não obriga a ninguém a tornar-se cristão. A voz mansa e delicada do Espírito insta com o pecador a que se entregue Cristo. Sem a operação desse poder o pecador não terá desejo de ir a Cristo, confessar os seus pecados e receber a purificação. O Espírito Santo será retirado do pecador, se este obstinadamente fizer ouvido moucos a essa voz que o quer guiar em toda a verdade. Pela contínua recusa de atender à direção do Espírito Santo, o pecador endurece o coração e não ouvirá mais a voz da consciência. Davi temia que o Espírito Santo tivesse sido tirado dele, quando cometeu um pecado terrível.

Quando a voz de Deus nos fala por meio de Sua Palavra ou de Seu Espírito, não rejeitemos Seus conselhos. Atendamos, seguindo fielmente ao Senhor.

( ) Desejo ser dirigido completamente pelo Espírito de Deus.
( ) Estou resolvido a, pela graça de Deus, entregar-me hoje a Ele.